Kain – Embarque ma belle

Para descontrair um pouco, uma canção quebequense que está fazendo sucesso neste verão:

Antes que alguém me pergunte, essa não é a “música típica” do Quebec. Como uma ilha francófona no meio de um oceano anglófono, existe na Belle Province um mercado cultural local inteiramente em francês: música, filmes, livros, etc. Desta forma, você pode encontrar uma grande quantidade de música quebequense para todos os gostos e em todos estilos: rock, country, rap, jazz, etc.

Um abraço e até a próxima.

Anúncios

Fórum Mundial da Língua Francesa – Québec 2012

Entre 2 e 6 de julho, acontecerá em Ville do Québec a edição 2012 do Fórum Mundial da Língua Francesa.

Promovido pela Organização Internacional da Francofonia, o evento tem como objetivo discutir o futuro da língua francesa através de quatro temáticas: economia, cultura, universo digital e diversidade.

Forum mondial de la langue française - Québec 2012

Forum mondial de la langue française – Québec 2012

Para quem já está no Canadá e se interessa pelo tema, o evento traz diversas atrações interessantes. Maiores informações podem ser obtidas no site do evento. Mais uma dica do Ricardo Daniel.

Palestra do Ricardo Daniel Pinto na École Québec

No dia 3 de maio houve uma palestra muito interessante na École Québec ministrada pelo Ricardo Daniel Pinto, funcionário de TI da Industriel Alliance, cuja sede fica em Ville du Québec. O objetivo da palestra eram três: compartilhar a experiência do Ricardo como imigrante brasileiro, promover Ville du Québec como destino para profissionais imigrantes de TI e divulgar as vagas de emprego em TI da Industriel Alliance.

Para começar, um pequeno vídeo com a apresentação do setor de TI da Industriel Alliance:

Como a maioria dos imigrantes, o Ricardo começou a sua jornada como imigrante em uma das três grandes (Montreal, Toronto e Vancouver), mas durante a sua estadia em Montreal, foi convidado a participar de uma missão de recrutamento em Ville du Québec. Encontrou uma vaga na Industrial Alliance e está lá até hoje.

De férias no Brasil, ele gentilmente se ofereceu para compartilhar sua experiência em duas palestras. Eu tive a oportunidade de participar e divido com vocês minhas notas sobre a palestra. Espero que seja útil!

Continuar lendo

Atualidades do Québec

Com as recentes mudanças no processo de imigração, muitas pessoas que ainda estão no processo estão vivenciando sentimentos que vão desde ansiedade (“Será que agora o  meu processo vai?”) até a desolação (“Não acredito que mudaram o processo agora que eu já estava pronto para submeter!”).

Há cinco anos atrás, quando eu estava bem no comecinho do processo, me diziam “Imigrar não é para qualquer um, a seleção começa no momento que você começa a aprender o idioma e não termina até que você esteja totalmente integrado à sociedade quebequense.”.

Cinco anos e muitos revezes depois, continuo persistindo. Para acalmar um pouco os nervos (e de quebra, ficar por dentro das atualidades do Québec e praticar o francês), que tal algumas reportagens selecionadas sobre atualidades do Québec?

Jean Charest, primeiro-ministro do Québec, apresenta o Plan Nord

Jean Charest, primeiro-ministro do Québec, apresenta o Plan Nord

Continuar lendo

Páscoa no Québec

Como a Páscoa está chegando e essa possivelmente será a última que passarei em terras tropicais durante um bom tempo, resolvi compartilhar alguns artigos sobre as tradições pascoais quebequenses:

Por enquanto é isso, até breve!

A vida fora do Brasil

Citar

Muitas pessoas me perguntam quando digo que desejo emigrar se estou fazendo isso para ganhar mais dinheiro ou enriquecer. Sempre respondo que se alguém tem a intenção de viver fora do país com essa finalidade, está cometendo um grave erro.

Por outro lado, é importante saber que mais do que a mudança geográfica, emigrar exige uma mudança de mentalidade. Poderia escrever um texto longo a respeito, mas encontrei um texto que expressa bem o que eu sinto a respeito.

Festival Internacional de Jazz de Montreal

Boa leitura.

Continuar lendo

Beau Dommage – La complainte du phoque en Alaska

Hoje eu apresento Michel Rivard e o conjunto musical Beau Dommage.

Michel Rivard é um dos músicos mais importantes da música quebequense (ele representa para o Québec algo como o que o Caetano Veloso representa para o Brasil). Essa canção é sua obra mais famosa e traz em forma de fábula uma crítica social contundente. Espero que gostem.

Cré-moé, cré-moé pas, quéqu’ part en Alaska
Y a un phoque qui s’ennuie en maudit
Sa blonde est partie gagner sa vie
Dans un cirque aux Etats-Unis

Le phoque est tout seul, il r’garde le soleil
Qui descend doucement sur le glacier
Il pense aux Etats en pleurant tout bas
C’est comme ça quand ta blonde t’a lâché

Ça vaut pas la peine
De laisser ceux qu’on aime
Pour aller faire tourner
Des ballons sur son nez
Ça fait rire les enfants
Ça dure jamais longtemps
Ça fait plus rire personne
Quand les enfants sont grands

Quand le phoque s’ennuie, il r’garde son poil qui brille
Comme les rues de New York après la pluie
Il rêve à Chicago, à Marilyn Monroe
Il voudrait voir sa blonde faire un show

C’est rien qu’une histoire, j’peux pas m’en faire accroire
Mais des fois j’ai l’impression qu’c’est moi
Qui est assis sur la glace les deux mains dans la face
Mon amour est partie puis j’m’ennuie

Ça vaut pas la peine
De laisser ceux qu’on aime
Pour aller faire tourner
Des ballons sur son nez
Ça fait rire les enfants
Ça dure jamais longtemps
Ça fait plus rire personne
Quand les enfants sont grands {loin?}