Primeiros Passos ao Chegar – Parte II

Reconheço que é estranho escrever um artigo sobre os primeiros passos quase um ano depois de ter chegado no Quebec. Entretanto, as providências descritas nesta segunda parte não são tão óbvias quanto as da primeira, e eu acabei percebendo a importância delas apenas muitos meses após ter chegado. Desta forma, estou escrevendo este artigo para que os leitores evitem cometer os mesmos erros que eu.

Isso dito, aqui vai a lista de providências adicionais que todo imigrante recém-chegado deve tomar assim que possível:

  1. Trocar a sua carteira de motorista brasileira por uma carteira de motorista do Quebec
  2. Contratar um seguro residencial

Seguem os detalhes necessários para cada uma.

Exame_Pratico

Continuar lendo

Processo de reunião familiar, parte 2: o processo provincial

Dando continuidade ao primeiro artigo sobre o processo de reunião familiar, vou explicar agora como proceder com a segunda fase, o processo provincial. Menos de cinco meses após enviarmos a documentação do processo federal, recebemos a carta com a autorização para abertura do processo junto ao governo do Quebec. Em 3 dias, reunimos os documentos, preenchemos os formulários e colocamos no correio.

Antes de começar, gostaria de lembrar que, assim como no primeiro artigo, as instruções fornecidas assumem um processo de reunião familiar para um casal sem filhos cujo cônjuge não-residente esteja no Canada e que pretenda viver na província do Quebec. Algumas informações fornecidas podem ser úteis para perfis diferentes, mas eu aconselho fortemente consultar as informações disponibilizadas no site do MICC ao invés de se guiar apenas pelo artigo.

Família reunida em Québec

Família reunida em Quebec

Continuar lendo

Primeiros Passos ao Chegar – Parte I

Este é um artigo que eu estou esperando para escrever há um bom tempo, com alguns conselhos sobre coisas que deveriam ser resolvidas logo na primeira semana na Belle Province.

Uma vez que, melhor tarde do que nunca, aqui vai a lista de providências que você deverá tomar assim que chegar:

  1. Providenciar o seu Cartão de Residente Permanente
  2. Dar entrada na sua Assurance Maladie
  3. Providenciar o seu Número de Seguro Social
  4. Se inscrever no curso “S’Adapter au Monde du Travail Québecois”
  5. Fazer a “Comunicação de Saída Definitiva do País”
Carte Soleil

La Carte Soleil

Vamos ver em detalhes cada uma dessas tarefas.

Continuar lendo

Notícias do CIC

Saudações à todos.

Segunda-feira dia 29 eu comemorei junto à minha esposa o nosso primeiro ano de casamento. Foi uma comemoração reservada, com direito a excelente vinho e comida, além do simpático presente da Citoyenneté et Immigration Canada: um e-mail de confirmação que o processo de patrocínio foi aberto e instruções para entrar em contato para verificar o andamento do processo ou informar qualquer mudança de endereço.

1 Ano de Casamento

E, embora tenhamos uma mudança de endereço para informar, infelizmente o sistema eletrônico não aceita nem o número de cliente nem o protocolo do processo de maneira que eu vou ter que entrar em contato por telefone. Atualizarei este artigo assim que eu tiver uma resposta.

Aproveitando o assunto, soube recentemente que o processo de reunião familiar para cônjuges/cônjuges de fato sofreu uma pequena mudança na semana passada. Se, no momento de abertura do processo de patrocínio, o casal não tiver completado 2 anos de relacionamento, o cônjuge patrocinado deverá permanecer com o patrocinador durante dois anos após receber a sua residência permanente, sob pena de perder o estatuto. Exceções serão concedidas em casos de violência conjugal. Quem estiver interessado, pode ler a íntegra do pronunciamento do ministro Jason Kenney.

Antes de finalizar, gostaria de avisar a quem já está por aqui (ou que está para chegar) que a Maison de l’Amitié, um organismo montrealense muito simpático que oferece cursos (incluindo francês, inglês e espanhol) a imigrantes sem estatuto, vai oferecer um workshop de 3 horas nos dias 10 de novembro e 8 de dezembro. O organismo cobra uma taxa simbólica, e eu posso atestar que eles são uma entidade idônea e séria.

Um abraço a todos e até a próxima.

P.S.: E eu quase esqueci! Outra coisa a comemorar é que o blog ultrapassou as 20 mil visitas na semana passada. Muito obrigado a todos vocês que nos acompanham e divulgam.

Atualização: eu consegui entrar em contato com o CIC e eles me instruíram a mandar um e-mail para address-change@cic.gc.ca com as seguintes informações: nome, sobrenome (exatamente como listado no passaporte ou documento de identificação), endereço completo (incluindo o código postal), data de nascimento e o número de identificação do cliente (IUC). Uma dica adicional é, sempre que você precisar soletrar ao telefone alguma informação como o seu sobrenome ou o seu e-mail, tente utilizar os códigos do alfabeto fonético da OTAN: é quase 100% de certeza que a pessoa do outro lado vai entender corretamente a informação, independente de seu idioma nativo.

Processo de reunião familiar, parte 1: o processo federal

Conforme prometido, eu estou escrevendo este artigo para ajudar os imigrantes que tem o estatuto de residente permanente do Canadá e são casados ou vivem em união de fato (union de fait) com alguém que não participou do processo de imigração, como eu. Nosso processo foi revisado por uma assistente social especializada e enviado no dia 27 de junho.

O processo em si não é complicado, tudo o que você precisa fazer é ler as instruções e os formulários com atenção. Contudo, existem algumas variáveis que determinam os detalhes do processo: esse artigo foi escrito assumindo um processo de reunião familiar para um casal sem filhos cujo cônjuge não-residente esteja no Canada e que pretenda viver na província do Quebec. Se você não se encaixa neste perfil, as informações aqui podem ajudar (alguns formulários são os mesmos, por exemplo), mas esse artigo não vai responder todas as suas questões.

Recém-casados

Recém-casados

Salvo quando indicado em contrário, os formulários devem ser preenchidos no computador antes de serem impressos e assinados.

Continuar lendo

Palestra do Ricardo Daniel Pinto na École Québec

No dia 3 de maio houve uma palestra muito interessante na École Québec ministrada pelo Ricardo Daniel Pinto, funcionário de TI da Industriel Alliance, cuja sede fica em Ville du Québec. O objetivo da palestra eram três: compartilhar a experiência do Ricardo como imigrante brasileiro, promover Ville du Québec como destino para profissionais imigrantes de TI e divulgar as vagas de emprego em TI da Industriel Alliance.

Para começar, um pequeno vídeo com a apresentação do setor de TI da Industriel Alliance:

Como a maioria dos imigrantes, o Ricardo começou a sua jornada como imigrante em uma das três grandes (Montreal, Toronto e Vancouver), mas durante a sua estadia em Montreal, foi convidado a participar de uma missão de recrutamento em Ville du Québec. Encontrou uma vaga na Industrial Alliance e está lá até hoje.

De férias no Brasil, ele gentilmente se ofereceu para compartilhar sua experiência em duas palestras. Eu tive a oportunidade de participar e divido com vocês minhas notas sobre a palestra. Espero que seja útil!

Continuar lendo

Opções para levar dinheiro ao Canadá

Saudações a todos!

Tirando o processo em si e a separação da família, nenhum aspecto da imigração é tão estressante quanto a questão financeira. Afinal de contas, no período de tempo entre deixar o antigo emprego no Brasil e encontrar um emprego no Canadá capaz de equilibrar suas contas (que não é necessariamente o primeiro emprego), o imigrante depende unicamente de suas economias para sobreviver.

Neste contexto, mesmo uma cotação R$ 0,01 faz uma grande diferença. Mesmo assim, existem poucos artigos e discussões sobre esse assunto, eu mesmo juntei alguns poucos fragmentos dos colegas de processo durante os anos que eu estou imigrando. Por isso mesmo, resolvi compartilhar esses fragmentos junto com as informações que eu mesmo recolhi. A ideia não é elaborar um guia completo, mas sim fornecer um ponto de partida para quem não sabe por onde começar.

Dolar Canadense Continuar lendo