Passaporte Rápido e Processo Revisado

Boa noite a todos! Depois de um tempo sem postar, devido à falta de novidades e as obrigações do dia-a-dia, mas volto com duas grandes notícias e muitas novidades.

Os amigos mais próximos já sabem, mas para todos os outros que freqüentam esse espaço, vou descrever a situação pela qual eu estou passando agora, com a esperança de que algum amigo ou colega de jornada seja capaz de trazer novas informações que possam me ajudar. Resumidamente, eu completei o processo do Québec e obtive o status de residente permanente em Outubro de 2010. Desde então, eu me casei e a minha esposa não tem o visto canadense e não pode me acompanhar. Estamos considerando todas as possibilidades, desde de que ela vá como turista ou estudante e começar o processo de reunião familiar até recomeçar o processo do zero, incluindo-a. Se alguém souber de um caso como o nosso ou tiver palavras de orientação ou apoio, eu ficaria muito agradecido.

Isso dito, vamos às notícias: uma muito boa e outra nem tanto.

Tirar em 7 dias corridos sem viagem marcada? Eu consegui.

A notícia boa é que eu fui capaz de renovar meu passaporte brasileiro em uma semana sem viagem marcada nem nenhum outro truque, lembrando que o processo para renovar o passaporte é exatamente o mesmo (incluindo os custos, infelizmente) processo para tirar um novo passaporte. Tudo o que eu fiz foi fazer o agendamento por volta das 23:00 e procurar nos diferentes postos horários livres. Para minha surpresa, haviam diversos horários disponíveis para o dia seguinte para o Posto da Polícia Federal na Lapa e eu consegui marcar. Uma semana depois, meu passaporte estava pronto. Aguardem, pois eu darei o roteiro completo para obter o visto de turista para os EUA e Canadá sem necessidade de despachante.

A notícia que não é tão boa é que o processo de Québec mudou bastante e as pessoas que enviaram o processo depois de 7 de dezembro vão fazer um processo bem diferente do que eu fiz. O que mudou:

  • O escritório de São Paulo será fechado e as demandas serão tratadas pelo escritório da Cidade do México. Não significa que não haverão mais entrevistas em São Paulo ou no Brasil, mas o processo provavelmente demorará um pouco mais, pois vários processos serão reunidos antes que o entrevistador venha até o Brasil. O endereço para o escritório na Cidade do México é:

    Bureau d’immigration du Québec à Mexico
    Délégation générale du Québec
    Avenida Taine No. 411
    Colonia Bosque de Chapultepec
    11580 Mexico, D.F.
    MÉXICO
    Telefone: (52-55) 1100-4340
    Fax: (52-55) 1100-4341

  • O nível de idioma (francês e inglês para o demandante principal, apenas francês para o acompanhante) não será mais avaliado na entrevista e sim através de um exame que deverá ser feito e o resultado submetido junto com o processo. Isso fará com que o processo demore mais, pois se antes era possível submeter o processo com a antecedência necessária para cumprir as horas de francês, agora será necessário atingir o nível de francês antes de enviar os documentos. Por outro lado, isso tira bastante a pressão da entrevista em si, pois tudo o que o entrevistador avaliará serão os documentos e os pontos de “sobrevivência”, que contam bem pouco no processo. Para comprovar nível em inglês, o bom e velho IELTS (http://www.ielts.org) será utilizado. Para o francês, as opções são o TEF/TEFaQ (http://www.fda.ccip.fr/tef/centres) e o TCFQ/TCF/DELF/DALF (http://www2.ciep.fr/tcf/Centres/Liste.aspx).

Maiores informações neste link.

www.ielts.org

Anúncios

15 respostas em “Passaporte Rápido e Processo Revisado

  1. Olá! Primeiramente, parabéns pelo blog! Eu fiquei com uma dúvida em relação ao seu comentário acima: “No caso do Québec, os requisitos de renda não se aplicam quando o apadrinhado é esposa, «conjoint de fait», filho ou enteado.” (Até entrei no site pra ler, mas nao entendi muito bem!).
    Eu to fazendo o processo de Quebec (já na fase federal) sozinha, mas agora meu namorado resolveu ir também e ele tem uma filha. Se eu me casar com ele depois de me tornar residente permanente, ele pode fazer uma aplicação aqui do Brasil para que eu apadrinhe ele e a filha? E aí, se o Quebec aceitar, eu vou precisar daquela grana toda que eles pedem no federal?
    Obrigadinha! 😉

    • Boa tarde Dea, tudo bom?

      A resposta rápida para a sua pergunta é “Não, você não precisa comprovar nenhuma renda para apadrinhar um conjuge, “conjoint de fait”, filho ou enteado. Você pode encontrar essa informação neste link: http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/fr/immigrer-installer/parrains-parraines/index.html.

      A resposta longa para a sua pergunta seria “pese bem os prós e os contras antes de tomar esta decisão”. Em primeiro lugar, você precisa estar no Québec durante todo o processo, que pode levar um ano caso o seu namorado espere no Brasil e dois anos caso ele acompanhe você ao Québec. Em segundo lugar, caso o seu namorado e a sua enteada te acompanhem (com um visto de turista, por exemplo), eles não terão permissão de trabalhar legalmente nem poderão utilizar os serviços públicos de saúde nem terão acesso à educação pública ou subsidiada até emissão do CSQ (cerca de um ano). Em terceiro lugar, você será financeiramente responsável pelos dois durante três anos, mesmo que vocês se separem por algum motivo.

      Por fim, não se esqueça que para imigrar como dependente sua, sua enteada precisa ser menor de 18 anos, não pode ter seus próprios filhos ou enteados (ou seja, netos do seu namorado) e, se a mãe dela for ainda viva, vocês precisarão da autorização dela independentemente se o seu namorado tem a guarda.

      Espero ter ajudado. Um abraço e bom final de semana.

      • Oi Alexandre, muito obrigada pela resposta! Esta é uma questão bem complicada mesmo! O problema é que nem o MEU visto de residente saiu ainda e tem muito chão pela frente! De qualquer forma, é um alívio saber que não vou precisar demonstrar a renda necessária pra financiar 2 pessoas por 3 anos! Acho que terei de fazer o landing sozinha, voltar, casar e entrar com o pedido daqui! E “vamo que vamo”… obrigadão!!! Abraço.

    • Bom dia,

      Fico feliz em ter ajudado. Esqueci de dizer uma coisa: somente sendo cidadão canadense você pode fazer o processo do Brasil, como residente permanente você precisará ficar durante todo o processo no Québec (ficar em outra província não resolve).

      Algumas pessoas fizeram do Brasil declarando falsamente estarem no Québec. Eu não recomendo isso: existe uma vontade política muito grande do governo federal em descobrir e punir esses casos. No caso, a punição é que você, seu namorado e sua enteada nunca mais poderão pisar em solo canadense, sequer como turistas.

      Bem, era isso. Boa sorte e felicidades.

      • Oi outra vez! 😀
        Nossa, só agora li esse comentário!
        Fiquei com uma dúvida, se o meu noivo não conseguir visto pra entrar no Canada e a gente se casar lá mesmo, eu vou precisar vir pro Brasil pra me casar e começar o processo, certo? Eu não posso estar aqui quando ele der entrada com o pedido? Ou sou que eu que preciso dar entrada, de lá do Canadá mesmo? (enviando a documentação pra cá)
        Desculpa tanta pergunta! rs
        Abraço!

      • Oi Dea,

        Não tem problema. O processo acontece em duas partes: na primeira, você se qualifica como sponsor (“madrinha”) e na segunda, o seu noivo se candidata a sponsored person (“apadrinhado”). Como você vai fazer por Québec, tem uma parte federal e uma parte provincial de cada fase.

        Neste link, você encontra absolutamente tudo o que precisa saber sobre ser um sponsor (em inglês, você encontra a versão em francês se julgar melhor).

        Neste outro link, você encontra todas as informações sobre ser uma sponsored person.

        Respondendo a sua pergunta, você pode casar no Brasil ou no Canadá. Depois disso, deverá estar no Canadá e dar entrada no seu pedido para ser habilitada como madrinha. Somente depois que você recebeu a aprovação deste pedido é que seu noivo pode começar o processo dele para ser apadrinhado. Neste caso, ele pode estar tanto no Canadá quanto no exterior do Canadá, mas o processo de ser apadrinhado é bastante diferente dependendo da opção.

        Espero ter ajudado com as suas dúvidas. Um grande abraço.

      • Puxa, muito obrigada!!! Ajudou de verdade!
        Boa sorte e felicidades pra vcs também!

  2. Alexandre, mais uma vez agradeco pela orientacao, tuas respostas me ajudaram muito!
    Esta semana terei um encontro com uma conselheira do MICC e vou ser orientado exatamente como proceder passo a passo, ai saberemos mais ou menos os prazos de cada etapa e a melhor saida para podermos fazer tudo legalmente, nossa intencao eh fazer tudo de forma que nao permanecamos nem um dia no Canada sem status legal… em breve daremos noticias.
    Grande abraco, e se quiser, manda um email pra pegar nossos dados de contato aqui, sera um prazer retribuir a ajuda com a nossa amizade!
    Marcos & Ana (moscarva@yahoo.com)

  3. Olá, trabalho como despachante há mais de 10 anos, gostaria de esclarecer mais sobre a retirada de passaporte para vocês interessados em obter.
    Faço a região de São Paulo e Rio de Janeiro e Demais do Brasil e garanto o prazo máximo de 01 dia(após o contato) para você estar dando entrada diretamente ao posto da Policia Federal para passaporte e a retirada de 24 a 48 hrs(de acordo com sua necessidade) ou de até 06 dias úteis (o prazo que a policia federal pede para fazer a retirada normalmente)e garanto total confiança e credibilidade a você, seu passaporte em suas mãos no máximo em uma semana !
    Trabalhamos também com visto Americano e demais consulados, com o prazo de até uma semana para entrevista (dependendo do consuado)
    E garantimos seu visto consedido, pois iremos auxilia-los em todo o processo de sua entrevista até a obteção de seu visto.
    Saiba mas.
    Ligue e agende ou tire suas duvidas sobre nosso serviço de Passaportes e Vistos Americano!
    Fazemos qualquer serviço relacionados a Passaportes em Geral e Vistos Américanos!
    Documentos necessários para passaporte: N° do protocolo, data de nascimento.
    Visto Americano: DS160 preenchido
    Ligue já e agendem para amanhã mesmo seu passaporte ou seu visto !
    Damos total confiança a nosso serviço prestado a você, ligue e nos perguntem como !
    (11)6705-7993 ou (11)7781-4429 ID:125*46224
    Junior
    (11)6705-7993 ou (11)7781-4429 ID:125*46224
    Junior

  4. Ola Alexandre,

    tudo bem?
    parabens pelo casamento!
    olha, eu fiz o processo de reuniao familiar e honestamente acho que seria o mais facil, mais rapido e mais barato pra vcs. no meu caso foi muito longo pois fiz “in canada” e honestamente eu nao aconselho, tenho uma amiga que fez pelo Brasil mas ja estava morando em Quebec e o processo dela levou 6 meses, se vc iniciar no Canada e ela estiver aqui com vc eles levam em consideracao que vcs ja estao juntos entao nao existe nenhum tipo de prioridade, entende? e ao mesmo tempo ela nao tem direito de estudar, trabalhar, e a usar o sistema publico de saude ate vcs receberem a carta de abertura do processo…
    o meu processo levou 13 meses, e isso porque eu soh fiz o federal, nao passei por Quebec.
    sei que sempre tem gente pra dar pitaco, mas como vc mesmo levantou a questao… hoje, se eu estivesse na sua posicao, tentaria um visto de multiplas entradas pra ela e quando vcs estivesse aqui madava toda a documentacao para iniciar o processo pelo Brasil, eles nao procuram saber se ela esta aqui ou ai, porem tudo sera feito dai, ou seja, se tiver que fazer entrevista tera que ir ao Brasil, os pedidos de exame medico e de passaporte sera envidado para o endereco brasileiro, ou seja, tudo seria como foi o seu processo, porem vcs estariam juntos, e com ovisto de de multiplas ela nao ficaria naquela de nao poder sair do Canada, como foi o meu caso…

    boa sorte pra vcs

    Lucianna

    • Bom dia Lucianna, tudo bom?

      Não se preocupe em opinar: suas experiências e sugestões são muito bem-vindas, eu é que agradeço de coração por toda ajuda.

      Minha ideia inicial era fazer o processo do Brasil, mas descobri que o colega que sugeriu fazer isso declarou que estava no Canadá quando estava aqui e eu não me sinto a vontade em fazer isso.

      Daí eu fui ao consulado e não só não consegui nenhuma ajuda como fizeram terrorismo quanto ao visto de turista da minha esposa.

      Se eu não entendi errado, a sua sugestão é ir os dois para o Canadá e declarar que ela vive no Brasil e daí voltar na hora de fazer os exames médicos e pegar o visto.

      Você saberia me dizer como funciona o visto de turista? Por que o consulado me disse que esse visto valia seis meses apenas e que depois seria necessário esperar outros seis meses antes de pisar em solo canadense.

      Um abraço e muito obrigado,
      Alexandre

    • Ola Lucianna,
      Estou passando por este dilema, estamos no Canada, eu sou residente permanente e minha esposa tem visto de turista que vence daqui a quase 4 meses. No nosso caso nao temos pressa que ela comece a trabalhar, pois acabamos de descobrir que ela esta gravida e agora somente eu eh que pretendo trabalhar por 2. O problema pra gente eh que nao queremos que ela seja deportada quando vencer o visto dela em julho, sera que existe esse risco? como foi o teu processo? Outra preocupacao nossa eh quanto aos custos porque o pre natal exige varias consultas, voce pode me ajudar comentando seu caso? Abs, Marcos & Ana

      • Bom dia Marcos, tudo bem?

        Após o retorno da Luciana, conversar com algumas pessoas e pesquisar bastante, eu decidi ir para o Québec levando a minha esposa como turista. Por isso, talvez eu possa ajudar.

        Se vencer o visto de sua esposa, ela será considerada “sem status imigratório”, o que significa que teoricamente ela poderia sim ser deportada. Na prática, porém, isso é muito difícil de acontecer, pois não é como se a polícia fosse na casa de vocês procurar pela sua esposa. Ela só corre esse risco caso ela tenha que ir para a delegacia ou seja parada pela polícia por algum outro motivo, mas de fato, ela dificilmente será procurada apenas por estar ilegal.

        Isso dito, você tem algumas opções. Em primeiro lugar, você pode solicitar a renovação do visto de turista por mais 6 meses. Não é difícil de fazer, mas tem que ser feito antes do período atual vencer.

        Em segundo lugar, sua esposa pode frequentar um curso de idiomas ou pós-secundário e conseguir um visto de estudante. Se não me engano, precisa durar mais de seis meses e deve ter uma carga horária mínima.

        Por fim, se você já deu entrada no processo de reunião familiar, sua esposa pode solicitar uma open work permit, mesmo que ela não tenha intenção de fazê-lo agora.

        Outras informações que podem ser úteis:
        – Caso seu filho nasça no Canadá, ele será cidadão automaticamente. Pelo menos enquanto não mudar a lei, o que está em discussão.
        – Se você já deu entrada no processo de sua esposa e ela já recebeu o CSQ, ela pod processo de sua esposa e ela já recebeu o CSQ, ela pode utilizar o sistema de saúde do Québec, respeitando a carência de três meses.
        – Por fim, o acompanhamento pré-natal e o parto de sua esposa podem ser feitos no sistema público de saúde independente do status dela e sem aguardar a carência. Essa é uma exceção da regra geral.

        Espero ter ajudado. Se quiser, vamos manter contato e trocar experiências, pois são poucos os imigrantes na nossa situação.

        Um abraço.

      • Alexandre, obrigado pela resposta.

        Nosso caso esta assim:

        Estamos há 2 semanas em Laval.
        Não solicitamos nenhum tipo de visto pra minha esposa ainda, o dela de turista vence em julho.
        Para solicitar a residência permanente nosso plano era casar e fazer o regroupement familiale. Por isso já solicitamos a tradução dos documentos para casar aqui o quanto antes.
        Só que agora eu estava pesquisando e vi que antes de solicitar o regroupement familiale precisa solicitar parrainage.
        Ai veio um medo, pois lendo sobre parrainage vi que existem condições e uma delas e financeira, autonomia financeira para manter as pessoas que quer manter sob parrainage…
        Eu já solicitei o curso francisation en temp complet, o qual da direito a uma ajuda financeira do governo… Não sei se não tenho que cancelar porque se eu receber ajuda financeira posso perder o direito a “parrainar” ela, será?
        Outra coisa… Será que ela já pode na condição atual, ir num hospital publico e fazer a consulta pre Natal?

        Abraço. Marcos.

      • Bom dia Marcos, tudo bom?

        Fico feliz que as informações que eu lhe passei foram úteis. Vamos ver se eu consigo responder as suas dúvidas.

        No seu caso, talvez tivesse sido melhor ter casado no Brasil antes de imigrar. Ou, se você e a sua esposa vivem juntos há mais de um ano e tem como provar, você pode considerar a hipótese de dar entrada no processo como «conjoint de fait». De qualquer maneira, recomendo dar entrada no processo tão logo seja possível.

        Sobre o processo de reunião familiar, ele é constituído de duas fases: a demanda para apadrinhar e a demanda para ser apadrinhado (cada uma com uma subfase federal e outra provincial, no caso do Québec). No caso do Québec, os requisitos de renda não se aplicam quando o apadrinhado é esposa, «conjoint de fait», filho ou enteado. Para saber mais, leia com atenção o site do Immigration Québec ( http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/fr/immigrer-installer/parrains-parraines/information-parrainage/exigences-particulieres/index.html). Acredito que a bolsa da francisation não conta como ajuda social, mas você pode ir até o MICC (http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/fr/coordonnees/adresses-quebec.html) e conversar com um consultor.

        Por fim, sobre a gravidez da sua esposa, eu tirei as informações do «Apprendre le Québec» ( http://www.illusion-quebec.gouv.qc.ca/fr/informations/apprendre-quebec.html). Se você ainda não leu ainda, recomendo fortemente. Você pode também levar seus questionamentos para o consultor do MICC ou ainda para o próprio RAMQ (http://www.ramq.gouv.qc.ca/). Existem também ONGs que prestam atendimento médico aos imigrantes sem documentação, como «Médecins du Monde» ( http://www.medecinsdumonde.org/).

        Um abraço e bom feriado.

Comente este artigo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s